quinta-feira, 27 de abril de 2017

Diarreias mentais - XXXII

Uma excrescência partidária

O Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, denominado Fundo Partidário, é constituído por dotações orçamentárias da União, multas, penalidades, doações e outros recursos financeiros que lhes forem atribuídos por lei. 
Ou seja, quem banca o Fundo Partidário são os caros impostos do esbulhado e sofrido povo brasileiro.
Ouvi uma certa Senadora da República defendendo a permanência dessa excrescência política, mentirosamente afirmando que: “quem financia o Fundo Partidário é o regime democrático”. 
Pura e simples “diarreia mental”, doutora senadora.
Não é a "democracia" quem financia o processo político brasileiro e sim o dinheiro do contribuinte, em detrimento das nossas sérias e seculares carências em educação, saúde, segurança, etc.
Vocês pensam que essa “diarreia” para por aqui? 
Errado!
Agora, os nossos geniais políticos estão reivindicando ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização para utilizar dinheiro do Fundo Partidário no pagamento de multas devidas pelo uso indevido dos recursos do Fundo Partidário.
Entenderam? Eles (os políticos) usaram erroneamente o nosso dinheiro transferido para a “excrescência partidária” e foram multados por isso. 
Então, agora, aquelas cabeças pensantes, querem pagar as multas com os próprios recursos  da “excrescência partidária”. 
Entenderam? Ainda não? Já que estamos falando de “diarreias”, vamos falar numa linguagem lá de “nóis”: é o mesmo que cagar, e limpar o cu com a merda.
Postar um comentário