domingo, 31 de março de 2013

Os detratores de Deus e da fé

31 de março de 2013
Os detratores de Deus e da fé

É grande a quantidade de lendas e documentos apócrifos contra instituições, igreja e entidades de prestígio internacional. Entre todos os atingidos por conspirações, calúnias e difamações, a Igreja Católica, os Judeus e a Maçonaria são os favoritos.
Tratarei aqui dos libelos anônimos contra a Igreja Católica, especialmente daqueles dirigidos à Companhia de Jesus, Ordem a que pertence o Papa Francisco, recentemente eleito para o trono de São Pedro em Roma.
Com o artigo de hoje pretendo encerrar a série de postagens que venho estampando no ciberespaço, inspirado no primeiro Jesuíta elevado ao sumo pontificado da Igreja Católica.
A primeira grande investida dos detratores contra à Sociedade de Jesus deu-se no século XVII em Cracóvia, na Polônia, em 1612, com a divulgação do manuscrito denominado MONITA SECRETA (Instruções Secretas), panfleto impresso na mesma cidade em 1614. Não tardou para que Cristiano, Bispo de Halberstadt, descobrisse tratar-se de obra produzida por Jerome Zahorowski, sacerdote polonês expulso da Ordem Jesuíta em 1611.
O panfleto condenado pelo Bispo de Cracóvia, e pelo Santo Ofício em Roma,  em 1616, foi intensamente divulgado pelos detratores dos Jesuítas ávidos para atingirem por essa via escusa o prestígio da idoneidade da Igreja.
As Monita Secreta constituem um código de instruções falsamente atribuído a Claudio Acquaviva, quinto superior geral da Companhia de Jesus.
No século XVII foram publicadas nada menos do que 22 edições do panfleto em sete diferentes idiomas.
Como se nota com facilidade, sempre foi muito intensa a atividade dos adversários dos Jesuítas, não obstante jansenistas proeminentes como Antoine Arnaud e Blaise Pascal terem reconhecido  a falsificação do documento. E sucessivas edições do panfleto continuaram sendo postas em circulação pelo mundo afora. 
Recentemente, Umberto Eco incluiu o panfleto forjado pelo obscuro pároco polaco que queria se vingar da Ordem, Jerome Zahorowski, no enredo do romance O Cemitério de Praga.  
Noutro romance, este de autoria de Eugène Sue, denominado Le Juif Errante, os Jesuítas são retratados como uma sociedade secreta dedicada à dominação do mundo por qualquer meio!
A seguir faço apertado resumo do conteúdo do panfleto urdido por Jerome Zahorowski contra os Jesuítas, tão falso e atroz, que mais satânico do que ele só se conhece em toda a História da humanidade o famigerado PROTOCOLO DOS SÁBIOS DE SIÃO, que serviu de fundamento a Hitler para levar a efeito o maior genocídio já praticado no planeta − o Holocausto contra os Judeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Duas publicações falsas, duas bombas mais poderosas que as nucleares em contaminação por mentiras, calúnias e falsificações, cujos efeitos deletérios até hoje  abastecem a propaganda contra uma Ordem religiosa de superior valor moral e religioso, e contra uma nação inteira de pessoas dignas e operosas. 
As calúnias, mentiras e falsificações do nefasto panfleto, resumidamente, são seguintes:
1 − Deve-se dar esmolas aos pobres para que eles façam bom conceito da Ordem e passem a ser generosos com ela.
2 − Deve-se esconder do público toda e qualquer aparência de riqueza da Companhia. É conveniente passar sempre um imagem de pobreza. Os bens da Ordem devem ser um mistério sagrado.
3 − Urge que despendamos os nossos maiores esforços no sentido de captar a estima e a confiança dos príncipes (governantes em geral), a fim de que ninguém se insurja contra nós, mas, pelo contrário, todos a nós procurem se achegar.
4 − Como a experiência nos ensina que os príncipes e os grandes senhores são particularmente afeiçoados aos eclesiásticos, quando estes dissimulam as suas ações odiosas e as interpretam favoravelmente, (...) deve-se encorajar aqueles que as fazem, levando-os a esperar conseguir facilmente, pela intercessão dos nossos, dispensas do papa (...), sob pretexto do bem comum e da maior glória de Deus, sendo este o fim da Companhia»
5 − Lembrar sempre que o objetivo da captação de simpatias deve ser total, isto é, não esquecendo aqueles que rodeiam os príncipes. Por isso, não descurar da importância estratégica dos seus criados, servidores, conselheiros e amigos de todo o calibre, os quais, se forem devidamente cativados, poderão desempenhar função inestimável. Serão instrumentalizados para dar aos seus amos boas informações e impressões dos Padres da Companhia de Jesus. Eis a estratégia: «Deve-se sobretudo subornar os favorecidos dos príncipes e os seus criados com pequenos mimos e com diferentes serviços de piedade, para que eles fielmente nos informem da disposição e da propensão dos príncipes e dos grandes.»
6 − Os padres seculares e frades de outras ordens religiosas são considerados concorrentes perigosos da Companhia.
7 − Não nos devemos descurar das viúvas ricas. Elas poderão contribuir para o  fortalecimento do patrimônio da Ordem. «Para isto se escolham padres de idade avançada para que visitem essas viúvas e procurem provê-las de confessor por quem sejam bem dirigidas, a fim de mantê-las no estado de viuvez, afiançando-lhes mesmo, que desse modo elas obterão mérito eterno, sendo este o meio mais eficaz para evitar as penas do purgatório. Deve ser-lhes concedido, com moderação e sem escândalo, o que peçam para satisfazer a sua sensualidade. Que lhes seja concedido dar-se e divertir-se com quem mais lhes agradar. Que estas viúvas não visitem, sob que pretexto for, outros religiosos» 
8  − Da mesma maneira devemos agir com relação aos bens de doentes terminais. "Assim como a água apaga o fogo, do mesmo modo a esmola extingue o pecado."
9  − «Facilmente se pode captar a benevolência das princesas através das suas criadas de quarto; e por este motivo deve conservar-se a sua amizade, porque desta maneira se obtém a entrada em toda a parte, e mesmo nas coisas mais secretas da família»
10 − Finalmente, no último capítulo (acrescentado posteriormente à versão originária), de forma mais impiedosa ainda, o autor das Monita Secreta faz dos religiosos da Companhia instigadores de guerras entre os vários estados, a fim de que por este meio a sua Ordem seja respeitada e temida. Este é um dos meios de último recurso mais poderosos para «fazer prosperar a Companhia»: «Se não houver esperança de se conseguir isto sem que ocorram escândalos, deve-se mudar de política conforme os tempos e incitar todos os príncipes amigos dos nossos a fazerem mutuamente guerra sem tréguas, a fim de que em toda a parte se implore o auxílio da Companhia e o empreguem na reconciliação pública com o motivo do bem comum, para que ela seja remunerada com os principais benefícios e dignidades eclesiásticas (...). Por fim, a Companhia, tentará ser ao menos temida por aqueles que a não amam»
É paradoxal que um documento apócrifo e tão ridículo a ponto de considerar que conquistando patrimônios de viúvas ricas a Ordem chegue a dominar o mundo, tenha exercido tantos danos contra os Jesuítas e continue servindo de combustível aos ataques de inimigos da Companhia de Jesus e da religião católica de modo geral.
Procurador federal e ex-prefeito de Caicó - www.culpoblogue.com

Lotomania sai para Mossoró

Moscowita divide o prêmio com um apostador de Manaus, e cada um receberá R$ 20.626.601,34

A Caixa Econômica Federal (CEF) sorteou ontem à noite as dezenas do concurso 1335 da Lotomania.
De acordo com o site da CEF, duas apostas, uma registrada em Manaus (AM) e outra em Mossoró (RN), acertarm os 20 números. 
Cada apostador receberá R$ 20.626.601,34. 
O próximo concurso tem prêmio estimado em R$ 450 mil.
Os números sorteados foram: 02 - 03 - 11 - 24 - 28 - 29 - 31 - 40 - 52 - 53 - 56 - 60 - 61 - 75 - 76 - 81 - 83 - 90 - 92 - 93.
Os dois terão uma Páscoa mais feliz ainda!

Olha ele aí, gente!

Páscoa simboliza renascimento, libertação, renovação, realização e fé. 
Que nesta Páscoa os bons sentimentos invadam seu computador, tablet, smartphone e sua casa, levando harmonia e felicidade a todos da família.

A páscoa da poesia

Gilberto Costa
A poesia imergiu-se no pão.
Aninhou todos os seus versos 
No coração dos cristãos!
E se fez luz! E se fez vida!
E renovou suas almas na Messe!
E viu sua crença estendida!
E sentiu sua querência viva!
A poesia pediu para ser partida
- Um dia antes de sua partida –
E se deu aos seus leitores
Para neles ser promovida,
Aliviando suas dores,
Numa rima nunca sentida!

A força da bunda

As mentirinhas do gordinho

1 - Eu jantei, mas só vou provar um pedacinho. 
2 - É um mistério, eu não como nada e engordo.
3 - Isso não é gordura, é que eu retenho muito líquido.
4 - Fiz muito esporte quando era jovem e minha massa muscular é pesada.
5 - Minha estrutura óssea é muito larga.
6 - Estou fazendo exceção, eu nunca como sobremesa.
7 - Não sou gordo, só um pouco baixo para o meu peso.
8 - As vezes o organismo pede açúcar.
9 - Macarrão não engorda, o que engorda é o molho.
10 - Como o apartamento é úmido, minha roupa encolhe no armário.
11 - Eu não gosto de doce.
12 - Geralmente eu sou médio, mas o corte dessa roupa é muito pequeno.
13 - Passei uma semana comendo alfaces e engordei 3 kg.
14 - Se eu voltar a fumar fico magrinho.
15 - Nunca mais vou comer chocolate.
16 - Faço muito exercício, mas isso não adianta comigo.
17 - Segunda-feira começo uma dieta.

Tá estranho

o caminho percorrido pelo esperma

Troca de casais

Depois de muita hesitação, os dois amigos resolvem experimentar a tal troca de casais. 
Falam com as respectivas namoradas, que estranham a novidade, mas que acabam aceitando.
Na noite combinada, os quatro jantam juntos e, lá pelas dez horas, já trocados, sobem para os quartos. 
Alta madrugada, uma das quengas suspira e diz:
– Olha que para nós até que foi bom isto! Mas eu gostaria de saber como estão se comportando os rapazes lá no outro quarto.

O livro de Cabeção

Não dá pra entender!

O milho verde é AMARELO,
   
o quadro-negro é VERDE,
o Halls preto é BRANCO
 
e o cantor Belo é FEIO.



Ó mão direita

Por Fernando Correia Pina
Ó mão direita, nobre mão que empunhas
copo, garfo, caneta, mão que escreves,
mão sempre de luto sob as unhas,
mão que catas burriés com gestos breves.

Mão cujos tremores são testemunhas
de longas noites de alegrias breves,
mão que ousas mais do que supunhas,
dócil senhora que tão bem me serves.

Mão, ó esplendor da anatomia,
ó foz de cinco rios de alegria
em cuja água renasço e sou poeta.

Mágica mão que em digital concerto
me alivias às vezes num aperto
fazendo-me, a cappella, uma punheta.

Loja

Nunca vires o cu a um chinês

Motivo pra morar em Júpiter

Cem anos na Terra são 
apenas nove em Júpiter

Um homem de 100 anos, recordista de sobrevivência na Terra, se tivesse nascido em Júpiter, teria apenas 9 anos de idade. 
Explica-se: o planeta Júpiter leva exatamente 11 anos e 314 dias para completar uma volta em redor do Sol. 
Ele fica, aproximadamente, a 800 milhões de quilômetros do Sol.

sábado, 30 de março de 2013

Fique rico se tiver sorte!


LOTOMANIA DE PÁSCOA
Hoje tem sorteio de R$ 40 milhões 
A Lotomania especial de Páscoa deve pagar prêmio de R$ 40 milhões neste sábado, segundo a Caixa Econômica Federal. 
O prêmio não vai acumular. 
Caso não haja ganhador com 20 números, o apostador que acertar a maior quantidade de números leva a bolada.
O concurso nº 1.335 será sorteado a partir das 20h (horário de Brasília), em Gramado, no Rio Grande do Sul. 
Para concorrer, basta registrar a aposta em qualquer uma das mais de 12,5 mil lotéricas do país.
O dinheiro, se aplicado na poupança, pode render mensalmente mais de R$ 165 mil – ou R$ 5,5 mil por dia, segundo a Caixa. 
Se optar por investir em bens, o vencedor poderá comprar 80 imóveis de R$ 500 mil cada.

Jornal de Tutty Vasques

Elementar
Adivinha quem será o Judas na ‘malhação’ deste Sábado de Aleluia no Brasil?
Uma deixa: o escolhido faz escova progressiva e sobrancelhas!

Mal comparando
É impressionante como as diferenças fazem Felipão e Dunga parecidos.
Da mesma forma que nem as vitórias acalmam o técnico do Internacional, o da seleção fica cada vez mais tranquilo à medida em que o Brasil não vence uma sob seu comando.

Air pindaíba
A Gol já estuda cobrar ingresso para o toalete em seus aviões!
Com preços variando entre R$ 5 (nº 1) e R$ 10 (nº 2).
O copo d’água vai continuar de graça, mas deve ser limitado a dois por passageiro.

Amigo é pra essas coisas


De partida para a guerra, um soldado muito ciumento resolveu colocar um cinto de castidade na esposa, temendo ser traído.
- Não é justo, posso morrer na guerra e minha mulher é muito jovem. Já sei, darei a chave ao meu amigo de confiança, e se algo acontecer comigo, ele poderá soltá-la.
No dia da partida, mal tinha cavalgado 200 metros, ouviu a voz do amigo, que corria desesperadamente em seu encalço.
- Que aconteceu amigo, o que houve?
E o cara, já quase sem fôlego:
- Companheiro! Você deixou a chave errada!

RYFFS patrocina show de Paul McCartney


A MGD Batista Produções  acaba de fechar um patrocínio substancial para bancar a ida de Paul McCartney a Timbaúba dos Batistas em abril. A RYFFS Corporation vai colocar  dois milhões de reais no evento – valor suficiente para pagar o mega show do ex-Beatle. A turnê de Paul vai percorrer outras cidades brasileiras.

A mulher é o equilibrio do homem

Mudança é foda





Mudança de pobre é foda. 
Os vizinhos ajudam a família a colocar todos os seus cacarecos em cima de um caminhão velho. 
A gaiola do papagaio vai por último, em cima de tudo.
E lá vai o caminhão, sacolejando e fumegando, pelas ruas esburacadas, rumo à nova casa. 
Na primeira curva, a gaiola vai pro chão, com papagaio e tudo. 
Desce alguém, coloca de novo a gaiola em cima da tralha e seguem viagem. 
E a coisa vai se repetindo. 
A cada curva, o papagaio no chão. 
Até que o papagaio se dana, fica puto de raiva e diz:
- Que bosta é essa? Me dá o endereço da porra dessa casa nova que eu vou a pé!

Pode comprar sem medo

Vaselina

"Custo de vida sobe 10%; Mantega diz que consumidor não sentirá"

 
Comentário do Zé Bocão:
- Já estão colocando vaselina na comida?

Solidariedade

Saudade

Pablo Neruda
Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas a amada já...
Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar a dos que ficaram para trás, é o gosto da morte na boca dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudades: aquele que nunca amou.
E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem sentir saudades, passa pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido...

sexta-feira, 29 de março de 2013

O chapeu de Manezim


Pra Heraldo Palmeira e Jesus de Rita de Miúdo

Esta aconteceu em Acari, no Seridó do Rio Grande do Norte.
Nos anos de 1950, o recém-criado Departamento Nacional de Endemias Rurais (DENERu) empreendeu uma campanha para implantação de fossas sépticas e aparelhos sanitários em pequenas cidades do interior do país. 
Acari foi um dos municípios contemplados para fazer parte do projeto piloto.
Como em qualquer cidade do interior, Acari tem um “kit” básico de figurinhas folclóricas: a mocinha mal-afamada, o doidinho que aporrinha a todos com seus gastos e insistentes bordões, o intelectual, a senhorinha mais religiosa e contrita com Deus, o mais velhaco, a mais burra, o maior mentiroso, o contestador, etc.
Manezim trabalhava em mineração e se tornou conhecido em Acari como o homem que sempre estava de chapéu, fosse onde fosse. 
Escondia uma reluzente careca, especulavam os barbeiros e o resto da população acariense. 
Para preservar o segredo, ele só cortava o cabelo com a amada esposa, D. Zefinha, que devia pesar umas oito a dez arrobas, gordíssima e sempre arfante. 
Só ela sabia o que Manezim tinha embaixo do chapéu.
A casa deles foi uma das escolhidas para o programa e o DENERu instalou a fossa e o sanitário, tudo gratuitamente. 
Manezim queria que Zefinha tivesse o privilégio da inauguração: ela, nua, acomodou sua bunda gigante naquele vasinho branco. 
De repente um vácuo se fornou e D. Zefinha começou a ser literalmente “engolida” para baixo. 
Aperreou-se gritou alto:
– Ai, me acuda Manezim, pelas cinco chagas de Cristo, esse bicho vai me engolir. 
Manezim, do alto do seu metro e cinquenta de altura e no máximo uns cinquenta quilos, tentou puxar a mulher e nada: ela nem se aluía e cada vez que ele tentava, ela afundava mais. 
Desesperado, Manezim correu para buscar ajuda. 
Antes, porém, para evitar que alguém visse as partes de sua Zefinha, tirou o chapéu e o colocou sobre a volumosa xana da esposa, que estava em prantos.
Nesse ínterim, dois bêbados de Acari, Zé Timbó e João de Eufrásia, que passavam, ouviram os gritos de D. Zefinha e entraram para acudi-la. 
– Me tire daqui, pelas cinco chagas de Cristo. Ai minha Nossa Senhora Da Guia! 
Zé Timbó, muito cerimonioso e vendo o famoso chapeu de Manezim naquele lugar, sentenciou: 
- Tenha calma, D. Zefinha: primeiro vamos tirar “Seo” Manezim dai de dentro!

Fim do mistério!

Linda mensagem sobre o envelhecer

Envelhecer é ..............
...............................
............................................................................................
............................................................................................ 
 Porra !
Esqueci !!!

RYFFS abre escritórios no Brasil e exterior

Visão


Pergunta e resposta fela da puta

- Um cara nasceu em Mossoró, foi criado em Natal, estudou em Ipueira e morreu em Macaiba, o que ele é?
- Defunto.

A vida como ela é

Cérebro do Homem