sexta-feira, 26 de maio de 2017

Uma menina

Afonso Neto

Água, tua música de pele
e cheiro fluindo de florações
impalpáveis, chuva acesa
no centro do abismo, onde flutuam
manhãs

terra, teus passos tua voz teus
ruídos de amor e um gozo
além das cordilheiras do sonho
tecendo galáxias, vertiginosa
raiz

ar, teu gesto marinho, olhos
feitos do arremesso do mar
e a centelha invisível a mover
os labirintos do vento, cósmica
serpente

fogo, teu corpo de medusas
e feridas vivas, vulcões,
planeta todo luz, talvez paixão,
pássaro tatuado nas estrelas,
coração.

É putaria mesmo



Ressaca

Luiz Fernando Veríssimo

Hoje, existem pílulas milagrosas, mas eu ainda sou do tempo das grandes ressacas. As bebedeiras de antigamente eram mais dignas, porque você as tomava sabendo que no dia seguinte estaria no inferno. Além de saúde era preciso coragem. As novas gerações não conhecem ressaca, o que talvez explique a falência dos velhos valores. A ressaca era a prova de que a retribuição divina existe e que nenhum prazer ficará sem castigo.

Cada porre era um desafio ao céu e às suas feras. E elas vinham: Náusea, Azia, Dor de Cabeça, Dúvidas Existenciais – as golfadas. Hoje, as bebedeiras não têm a mesma grandeza. São inconsequentes, literalmente. Não é que eu fosse um bêbado, mas me lembro de todos os sábados de minha adolescência como uma luta desigual entre a cuba-libre e o meu instinto de autopreservação. A cuba-libre ganhava sempre. Já dos domingos me lembro de muito pouco, salvo a tontura e o desejo de morte.

Jurava que nunca mais ia beber, mas, antes dos trinta, “nunca mais” dura pouco. Ou então o próximo sábado custava tanto a chegar que parecia mesmo uma eternidade. Não sei o que a cuba-libre fez com meu organismo, mas até hoje quando vejo uma garrafa de rum os dedos do meu pé encolhem.

Tentava-se de tudo para evitar a ressaca. Eu preferia um Alka-Seltzer e duas aspirinas antes de dormir. Mas no estado em que chegava nem sempre conseguia completar a operação. Às vezes dissolvia as aspirinas num copo de água, engolia o Alka-Seltzer e ia borbulhando para a cama, quando encontrava a cama. Mas os métodos variavam.

Por exemplo:

Um cálice de azeite antes de começar a beber – O estômago se revoltava, você ficava doente e desistia de beber.

Tomar um copo de água entre cada copo de bebida – O difícil era manter a regularidade. A certa altura, você começava a misturar a água com a bebida, e em proporções cada vez menores. Depois, passava a pedir um copo de outra bebida entre cada copo de bebida.

Suco de tomate, limão, molho inglês, sal e pimenta – Para ser tomado no dia seguinte, de jejum. Adicionando vodca ficava um bloody-mary, mas isto era para mais tarde um pouco.

Sumo de uma batata, sementes de girassol e folhas de gelatina verde dissolvidas em querosene – Misturava-se tudo num prato pirex forrado com velhos cartões do sabonete Eucalol. Embebia-se um algodão na testa e deitava-se com os pés na direção da ilha de Páscoa. Ficava-se imóvel durante três dias, no fim dos quais o tempo já teria curado a ressaca de qualquer maneira.

Uma cerveja bem gelada na hora de acordar – Por alguma razão o método mais popular.

Canja – Acreditava-se que uma boa canja de galinha de madrugada resolveria qualquer problema. Era preciso especificar que a canja era para tomar. No entanto, muitos mergulhavam o rosto no prato e tinham de ser socorridos às pressas antes do afogamento.

Minha experiência maior era com a cuba-libre, mas conheço outros tipos de ressaca, pelo menos de ouvir falar. Você sabia que o uísque escocês que tomara na noite anterior era paraguaio quando acordava se sentindo como uma harpa guarani. Quando a bebedeira com uísque falsificado era muito grande, você acordava se sentindo como uma harpa guarani e no depósito de instrumentos da boate Catito’s em Assunção.

A pior ressaca era de gim.

Na manhã seguinte, você não conseguia abrir os dois olhos ao mesmo tempo. Abria um e quando abria o outro, o primeiro se fechava. Ficava com o ouvido tão aguçado que ouvia até os sinos da catedral de São Pedro, em Roma.

Ressaca de martini doce: você ia se levantar da cama e escorria para o chão como óleo. Pior é que você chamava a sua mãe, ela entrava correndo no quarto, escorregava em você e deslocava a bacia.

Ressaca de vinho. Pior era a sede. Você se arrastava até a cozinha, tentava alcançar a garrafa de água e puxava todo o conteúdo da geladeira em cima de você. Era descoberto na manhã seguinte imobilizado por hortigranjeiros e laticínios e mastigando um chuchu para alcançar a umidade. Era deserdado na hora.

Idiotas

Eles continuam roubando muito.
E os idiotas brigando.


Dentadas

"Dormir é muito bom.O que me surpreende é o governo não cobrar porra nenhuma."
                          CACO DENTÃO

Carnaval de mazelas



Pense num moído do caralho

ESTÃO ACUSANDO O PRESIDENTE TEMER DE COMPRAR DOIS JUÍZES.

IMAGINA SE INVESTIGAREM O FLAMENGO.

Acharam o culpado



quinta-feira, 25 de maio de 2017

Mês de julho está chegando... Caicó em festa!

Pra preparar o espírito, uma apresentação da Furiosa, a Banda de Música Recreio Caicoense!


Diarreias mentais - XXXV

A finada minha mãe e a corrupção

D. Chiquinha, a finada minha mãe, nasceu em 1912, como todas as pessoas da sua geração, principalmente aquelas nascidas (assim como ela) nos sertões do Seridó, falava sempre inserindo em suas locuções: provérbios, chavões, adágios e ditos populares. Ela faleceu em 1987, portanto há 30 anos, mas, repentinamente, passei a ouvir a sua voz, nitidamente, em meus ouvidos.  
Mediunidade? Não, como consequência da corrupção dos políticos brasileiros, que vem estarrecendo até os mortos.
Vendo e ouvindo as calamitosas notícias sobre a podridão da corrupção dos políticos brasileiros, uma torrente de lama que a mídia brasileira vem mostrando, diariamente, para o Brasil e para o resto do mundo, parece-me ouvir D. Chiquinha sussurrando suas sentenças que tanto ouvi no passado.
Quando um desses implicados em corrupção está dando as suas esfarrapadas e intermináveis explicações, ela murmura baixinho: “quem não te conhece, que te compre”.
Os telejornais informavam que alguém suspeito de desonestidade não foi encontrado pela Polícia Federal, com o seu advogado dizendo que, no momento oportuno, seu constituinte se apresentaria. Senti que a finada minha mãe fez um muxoxo e ouvi dela: “esse passou sebo nas canelas”.
Vendo o respeitável Doutor Sérgio Moro na televisão, escutei quando ela disse: “esse tem sangue no olho”.
Ouvindo a notícia de que a Justiça soltou algum implicado que merecia ficar entre as grades, ela juntando a sua voz à revolta da população brasileira contra os ministros que abriram as grades: “são uns bois do cu branco”.
Mais um suspeito de passar a mão no Erário Público dando mais explicações esfarrapadas à imprensa, a finada minha mãe não perdoou e cochichou: “desculpa de amarelo é comer barro”.
Recentemente, vimos um ex-presidente dando suas explicações, em juízo, sobre suspeição em algo duvidoso e eu pensei que ela fosse ficar calada. Ledo Engano. Ouvi ela disse com todas as letras, demonstrando até uma certa decepção: “quem vê cara não vê coração”.
Esta semana os brasileiros, que pensavam que já tinham visto tudo, ficaram, mais uma vez, de boca aberta com a quantidade de nomes de políticos (de todas as cores e de quase todos os partidos) citados em mais um caso escabroso e imoral de desonestidade. A finada minha mãe não hesitou e me disse: “todos são farinha do mesmo saco”.
E ainda acrescentou: “todo político calça 40”.
Não vou negar. A finada minha mãe também dizia palavrões. Esta semana, enquanto eu assistia as notícias de mais propinas e roubalheiras, desta feita tendo como pivô aqueles dois com nomes de dupla sertaneja, ela fechou definitivo e mediunicamente o seu conceito sobre a nossa nação e me disse em voz baixa: “meu filho! O Brasil virou o cu da mãe Joana! ”. 
Se eu concordo com as opiniões da finada minha mãe?
Eu sempre fui um filho obediente.

Corno esquecido

mulher-serio


A mais pura verdade

Arnaldo Jabor

A medida que envelheço e convivo com outras, valorizo mais ainda as mulheres que estão acima dos 30. Elas não se importam com o que você pensa, mas se dispõem de coração se você tiver a intenção de conversar. Se ela não quer assistir ao jogo de futebol na tv, não fica à sua volta resmungando, vai fazer alguma coisa que queira fazer...

E geralmente é alguma coisa bem mais interessante. Ela se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer. Elas não ficam com quem não confiam. Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem.

Você nunca precisa confessar seus pecados... elas sempre sabem... Ficam lindas quando usam batom vermelho. O mesmo não acontece com mulheres mais jovens... Mulheres mais velhas são diretas e honestas. 

Elas te dirão na cara se você for um idiota, caso esteja agindo como um!

Você nunca precisa se preocupar onde se encaixa na vida dela. Basta agir como homem e o resto deixe que ela faça... Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 anos! Infelizmente isto não é recíproco, pois para cada mulher com mais de 30 anos, estonteante, bonita, bem apanhada e sexy, existe um careca, pançudo em bermudões amarelos bancando o bobo para uma garota de 19 anos...

Senhoras, eu peço desculpas! Para todos os homens que dizem: "Por que comprar a vaca, se você pode beber o leite de graça?", aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento e sabem por quê?

"Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça!". Nada mais justo!

O moleque entendeu errado



Dentadas

"As pessoas costumam fingir-se
de cegas para seus próprios erros,
mas não de mudas para os erros
dos outros." 
             CACO DENTÃO     
     











Metas da vida



Recado materno



Hospital de Nova York faz parceria com a RYFFS


BBBtGlAAo longo dos últimos anos, a RYFFS Corporation assumiu indiscutivelmente o posto de maior organização de rifas do mundo. Ainda assim, nem todos os seus funcionários estão satisfeitos – o que explica, por exemplo, o fortalecimento da criação de associações de rifeiros e a reivindicação por maiores salários.Contudo, a empresa anunciou ontem uma novidade que promete agradar todos os cambistas de seu plantel: uma parceria com o Hospital for Special Surgery (HSS), que será o primeiro centro médico oficial de uma empresa brasileira.O hospital oficial da rede fica localizado em Nova York (EUA), região que recentemente passou a receber eventos da RYFFS de forma legal. E justamente por isso, Caco Dentão, diretor de operações da RYFFS, não escondeu sua satisfação com a nova parceria através de nota divulgada pela própria organização.


Tá complicado

Resultado de imagem para CHARGES BOBAS


quarta-feira, 24 de maio de 2017

Lero de quenga casada

Uma mulher vai a um tatuador e pergunta se era possível desenhar um
coelho da páscoa e a inscrição "Páscoa Feliz" na nádega direita.

O tatuador diz que sim e começa o trabalho.

O resultado é perfeito. O coelho parecia ter vida. Não satisfeita a
mulher pergunta se era, também, possível fazer uma tatuagem do
Papai Noel com a inscrição "Feliz Natal" na nádega esquerda.

O tatuador diz que sim novamente e mais uma vez o resultado é perfeito.

Depois de pagar, quando a mulher se preparava para sair o tatuador resolve perguntar:

- Escute, porque é que fez essas tatuagens esquisitas?

Ela responde:

- É por causa do meu marido. Vive dizendo que entre a Páscoa e o Natal
nunca tem nada de bom para comer lá em casa.


Noticia confirma: Maluf é inocente

Lexa gosta de comer Hanbúrguer
antes de desfilar.
Lexa (Foto: Reprodução/Instagram)


História

Augusto Cury
“Ser feliz é deixar de ser vítima
dos problemas e se tornar um
autor da própria história.
É atravessar desertos fora de
si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.”  

A hora é essa

Tá na hora de fechar esse
CABARÉ.
Resultado de imagem para fotos do congresso nacional de brasília


Dentadas

"Com esta seca e falta de chuva,
já estou com saudade daquelas
pessoas que fazem uma
tempestade em copo d'água."
                   Caco Dentão
                        

Cuscuz pra presidenta!


Sensual

Belchior

Quando eu cantar
quero ficar
molhado de suor
e por favor não vá pensar
que é só a luz do reflector

será minha alma que sua
sou um sol negro de dor
outro corpo a pele nua
carne músculo e suor
como um cão que uiva pra Lua
contra seu dono e feitor
bicho um animal ferido
no dia do caçador
humaníssimo gemido
raro e comum como o amor

Quando eu cantar
quero deixar você
molhado de amor
e por favor não vá pensar
que é só a noite ou o calor

Quero ver você ser
inteiramente tocada
pelo licor da saliva
a língua o beijo a palavra
minha voz quer ser o dedo
na tua chaga sagrada
uma voz feita de espinho
espora em teus membros cansados
sensual como o espírito
ou como o verbo encarnado.

E agora?



terça-feira, 23 de maio de 2017

O Mecanismo de Antikythera

Ivar Hartmann


Ainda hoje se compram esponjas marinhas, parecidas com as de origem vegetal, na Ilha de Creta. Em 1901, para fugir de uma tempestade, um pequeno barco de coleta de esponjas, ancorou ao abrigo da Ilha de Antikythera, ao norte de Creta. Quando a tempestade amainou, já que estavam ali, os pescadores resolveram jogar suas redes, há mais de 40 metros de profundidade. Quando elas voltaram estavam repletas de objetos de uma galera romana naufragada há mais de 2000 anos. Joias, moedas, estátuas de bronze e mármore. Um tesouro. Junto içaram 82 fragmentos de pedras esverdeadas que estavam em uma caixa de madeira apodrecida, coladas uma as outras, formando uma espécie de bloco de pedra do tamanho de um laptop. Todo o material ficou no Museu Arqueológico de Atenas. As pedras, com importância secundária, face as joias, estátuas e moedas encontradas. Em 1902 um pesquisador notou que de dentro de uma das pedras aparecia uma roda dentada. A súbita descoberta transformou as pedras em algo mais valioso que o restante do achado. Deu-se ao conjunto o nome de “Mecanismo de Antikythera” que passou a ser examinado em profundidade. Eram resíduos marinhos transformados em pedra. Após  meticulosa limpeza,  mais engrenagens e rodas dentadas foram aparecendo: 37 rodas dentadas de diferentes tamanhos, feitas em bronze, com uma precisão que deixou espantados os cientistas que  trabalhavam na difícil tarefa de remontá-la e dizer para que serviam.
Em 2005 a HP forneceu um tomógrafo digital para aumentar a precisão dos estudos sobre a máquina. Descobriram então que girando um botão era possível ao usuário prever eclipses lunares e, pela lua, calcular os calendários agrícolas. Na antiguidade, como os fenômenos astronômicos influenciavam a vida política grega, esta máquina e outras similares que eventualmente houvessem, eram mantidas em sigilo, pois era um instrumento político e militar. Finalmente, em 2006, cientistas da Universidade de Atenas, decifraram o enigma do Mecanismo de Antikythera. O artefato é um tipo de computador: a mais antiga calculadora inventada pelo homem! Um aparelho para a astronomia e de uso na agricultura. Capaz de calcular com exatidão os movimentos dos astros, a órbita irregular da lua, os eclipses. Pronto. Missão cumprida. Durante um espaço de tempo seduzi vocês com um relato que os fez esquecer as misérias do Brasil de hoje!
ivar4hartmann@gmail.com

É só parar



Os ladrões diversos

"Os ladrões de bens particulares passam a vida na prisão;
 aqueles de bens públicos, nas riquezas e nas honrarias."
Catão, o Censor

A tara do velhinho banguela

Resultado de imagem para piadas do bar de ferreirinha


Coreia do Norte ameaça o mundo com arma inacreditável

Exclusivo!
Por Carlos Chain Gang
Analista asiático

A Coreia do Norte, minúscula e beligerante, insiste em desafiar o mundo com seus foguetes, que não param de despencar no lugar errado. Os países maiores e mais fortes são seus alvos prediletos. Agora, os Estados Unidos se cansaram e estão dispostos a pagar para ver se as ameaças são mesmo para valer ou não passam de blefe. Porta-aviões com armamento poderoso, submarino nuclear e tropas estão cada vez mais próximos dos coreanos do norte. Analistas chegam a admitir que esses confrontos de palavras podem até mesmo desencadear uma guerra em larga escala.
Real ou truque
Para complicar, o vazamento recente de um espião ocidental revelou que a Coreia do Norte desenvolveu uma arma inédita e devastadora, até então considerada apenas uma fantasia: um exército de soldados que conseguem voar! Isso mesmo, voar!! A foto, divulgada secretamente pelo governo, chegou aos americanos, que parecem ter levado a sério o que viram, embora alguns especialistas digam que não passa de um truque fotográfico.
Como moscas
Seja o que for, o coreanos aumentaram o número e o tom das ameaças, dando a impressão de que a nova e inacreditável arma é mesmo verdadeira. O ministro da defesa, Sing Sang Sung, disse anteontem numa parada militar na capital, Pyongyang, que agora, mais do que nunca, seu exército está preparado para qualquer tipo de guerra e contra qualquer país. E, mencionando os Estados Unidos, afirmou que não sabem o que os esperam, pois “nossos exércitos cairão sobre eles como moscas”.

A feijoada fodeu tudo

Resultado de imagem para piadas do bar de ferreirinha